quarta-feira, 21 de fevereiro de 2007

De volta


Aqui me encontro de novo, papel em branco, ou melhor, tela em branco.
Sem saber o que dizer, sem saber o que escrever.

Toda viagem muda muito a cabeça da gente. Toda viagem é primeiro interior para depois ser fora de nós.

E nisso tudo, como fica quando voltamos?

Com certeza é muito bom voltar, ver as coisas com olhos diferentes, saber discriminar, mesmo quando tudo na verdade não tenha mudado. Apenas você que...

Tentar tudo aquilo que vivemos, que vimos, que sentimos, em algumas frases.

(foto: Fontana di Trevi, Roma, Itália)

Nenhum comentário: