quinta-feira, 18 de agosto de 2005

Só quero

Só quero ser alguém bem comum, bem normal, capaz de andar despercebido pelo mundo;
Só quero poder comer o que gosto e ter saúde para rir, e as vezes também para chorar;
Só quero poder errar, como todos erram, e dos meus erros aprender mais e mais sobre como funciona o mundo e a vida;
Só quero poder rir, a toa, todo dia, de mim mesmo, e das coisas q vejo por ai;
Só quero ser alguém que tem tempo, cada vez mais, para se dedicar a mim mesmo, aos amigos, e poder tomar um café a tarde, contemplar a vida.
Só quero que meu trabalho seja sempre um reflexo do meu melhor, e assim também através dele, outros possam ser o melhor deles;
Só quero poder dizer não quando é não e sim quando for muito a fim;
Só quero viajar de vez em quando, para bem longe, ou então viajar parado, no lugar onde estou, aqui mesmo;
Só quero poder ler, todo dia um pouco mais, e que Deus me conserve a vista e o humor, isso sempre;
Só quero ter minha família, sempre ao meu lado, com saúde em paz, respeitando um ao outro, cada um no seu caminho, muito juntos, mas ao mesmo tempo independente em si;
Só quero me alimentar bem, com parcimônia;
Só quero que cada dia seja novo, limpo, claro e que minha mente me traga novas idéias de como pode ser a minha vida com mais luz;
Só quero cada vez menos ver o mundo como penso que é, para vê-lo como ele realmente é;
E só quero, a só quero que eu sinta vontade de viver a vida, sempre assim, todo dia, um dia de cada vez.

Um comentário:

Alessander disse...

Lendo parece que esse só é uma coisa tão simples, né? Por que será que complicamos tudo?