segunda-feira, 8 de agosto de 2005

Ganância



Pelo dicionário Houaiss: GANÂNCIA:
4.1 Derivação: por extensão de sentido.
ambição exacerbada de ganho, de lucro

No século XXI, somos todos vítimas da ganância. A ganância se extende a territórios, países, riquezas, mas também pode estar no que comemos, em como nos vestimos, nos nossos contatos sociais.

A ganância faz parte do medo da falta, pelo medo achamos que devemos acumular mais e mais, se um dia porventura viermos a precisar.

No seio das famílias, a ganância separa, destrói e mina toda a união.

Entre os países a ganância arrasa com o bem estar da sociedade, gera conflitos políticos e leva muitas vezes à guerra.

Mais uma vez, nossa infantil maneira de ver as coisas como "meu" e "seu", faz com que a ganância predomine.

Algumas pessoas são incapazes de se auto gerir, de serem independentes.

A natureza segundo Charles Darwin em a "Origem das Espécies" elimina todo o ser incapaz de se auto sustentar, de buscar os recursos a sua sobrevivência, de se manter vivo.

Entretanto, os seres humanos, e sua organização social criaram maneiras de perpetuar parasitas na sociedade, dando-lhes o direito a vida.

Essa condição anômala pode ser encontrada por toda a parte.

Devemos criar formas para que as pessoas se auto desenvolvam, estabeleçam vínculos de segurança, sejam capazes de se auto gerir.
Em contrapartida, devemos cada vez mais cortar "na carne" toda forma de relação parasitária, todo tipo de exploração humana, toda incongruência de ação.

Quem mais sofre sempre, é o próprio parasita, que alimentando-se do hospedeiro acaba por verter-lhe o sangue, por tirar-lhe a saúde e por fim, mata a própria fonte de seu alimento.
(foto: Charles Darwin)

Nenhum comentário: